Cuidados para Gerenciar Ambientes Saudáveis

Normas Regulamentadoras atendidas: NR02, NR05, NR06, NR09, NR17, NR18, NR33 e NR35.

Entender e conhecer o ambiente de trabalho é uma preocupação cada vez mais presente nas empresas, que prezam pela adaptação das condições de trabalho às características psicofisiológicas dos profissionais.

Esta Norma Regulamentadora - NR 09, do Ministério do Trabalho e Emprego, estabelece a obrigatoriedade da elaboração e implementação, por parte de todos os empregadores e instituições que admitam trabalhadores como empregados, do Programa de Prevenção de Riscos Ambientais - PPRA, visando à preservação da saúde e da integridade dos trabalhadores, através da antecipação, reconhecimento, avaliação e consequente controle da ocorrência de riscos ambientais físicos, químicos e biológicos existentes ou que venham a existir no ambiente de trabalho, tendo em consideração a proteção do meio ambiente e dos recursos naturais.

Oferecemos completo apoio e assistência à empresa nas atividades de antecipação, reconhecimento, avaliação e consequente proposição de ações corretivas. E ainda possibilitamos o acompanhamento, através do nosso sistema, dos vencimentos e emissões

Nossa operação também propõe a análise preliminar das tarefas, mobiliário dos postos de trabalho administrativos, condições gerais ambientais e de organização do trabalho de forma qualitativa, para posteriormente oferecer um parecer ágil quanto às condições existentes no ambiente de trabalho.​

O Laudo Técnico de Condições Ambientais de Trabalho (LTCAT) determinado pela Previdência, Lei n.º 8213 de 24/07/1991 e Instrução Normativa INSS / PRESS n.º 45 de 06/08/2010, é um documento técnico, de caráter pericial, que registra as condições ambientais do trabalho. É um documento que avalia os diversos cargos de trabalho, em uma empresa, quanto à exposição de agentes nocivos à saúde e à segurança do trabalhador (agentes físicos, químicos e biológicos – NR-15) e classifica atividades com relação à salubridade e enquadramento com relação à Aposentadoria Especial (INSS). O documento também servirá de base para emissão do PPP– Perfil Profissiográfico Previdenciário e será assinado pelo Engenheiro de Segurança do Trabalho.

A NR-18 , cuja redação foi dada pela Portaria nº. 4, publicada pelo Ministério do Trabalho, a 4 de julho de 1995, estabelece o PCMAT e define suas metas e prioridades nas ações de Prevenção aos Riscos Ambientais na Indústria da Construção Civil.

A importância e as características do ramo da Indústria da Construção Civil, exigiram dos órgãos governamentais regulamentadores a elaboração de uma Norma específica para esse ramo de atividade, pelas suas peculiaridades e pelo alto risco que contém.

A PCMAT é obrigatória para as empresas com 20 funcionários ou mais.
Já no item 18.3.2 a legislação deixa clara a obrigatoriedade de um profissional qualificado para a elaboração do programa.
E no 18.3.3, destaca a responsabilidade da empresa - implementar o PCMAT.
18.3.2 - O PCMAT deve ser elaborado e executado por profissional legalmente habilitado na área de segurança do trabalho.
18.3.3 - A implementação do PCMAT nos estabelecimentos é de responsabilidade do empregador ou condomínio.

Clinort inicia esse programa com a elaboração de um Mapeamento de Riscos Ambientais - o primeiro passo na verificação das condições de riscos de acidentes dos diversos ambientes de trabalho na Construção Civil - que estabelece metas, prioridades e formas de ação das operações de combate aos riscos, visando a sua eliminação ou a sua redução.
A Clinort executa tudo isso levando em consideração que a produção se dá de forma muito mais competitiva num ambiente não agressivo.

Laudo técnico, assinado por profissional responsável, de caráter obrigatório para todas as empresas e realizado para cada estabelecimento, qualquer que seja o tamanho, grau de risco ou número de empregados, que visa avaliar o potencial de doenças relacionadas com a repetitividade, postura, esforço físico, bem como analisar as condições de conforto do trabalho.

A Clinort Ocupacional oferece soluções específicas para atender demandas distintas:

Análise Ergonômica Padrão: demonstra a situação geral no que toca aos postos de trabalho, modo operatório, ritmos, posturas, condições ambientais.
Análise Ergonômica Especializada: além do anterior, fornece a tratativa de todos os postos de trabalho individualmente.
Análise Ergonômica específica para Call Center (Anexo II NR 17): para atender exclusivamente aos modelos de negócio de teleatendimento.

Fornecemos assessoria para a implantação e o acompanhamento da CIPA nas empresas

Nosso profissional, acompanha os encontros e a permanência dos empregados no período estipulado pela legislação, a fim de tornar os encontros produtivos e benéficos para a saúde e segurança na empresa, além da atuação direta na assessoria aos membros da CIPA no planejamento de ações e atendimento aos requisitos legais. E também realizamos o treinamento para preparar os membros da CIPA para todo o trabalho.

Emitimos todos os laudos e documentos necessários para que sua empresa esteja aderente com as Normativas Regulatórias e Legislações complementares. Entre elas, podemos citar: Laudo de Insalubridade (NR-15) e Periculosidade (NR-16); Laudo de ruído externo (ANBR-10151) e PCMAT - Programa de Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção (NR-18).